sábado, 15 de dezembro de 2007

Bem vindo à realidade!

Chegou o momento de você saber a verdade.

Até aqui tenho apresentado à todos vocês uma realidade ativa entre nossa rotina diária, mas percebida e vivida apenas por pessoas que passaram anos de suas vidas presenciando e sentindo na pele os fenômenos Óvni.

Sei que não devo tê -lo convencido ainda da existência de seres de outros planetas entre nós. Tenho plena consciência de que não será fácil para você acreditar, mesmo diante de tudo o que tem lido até aqui. Não é pra menos!

Render -se à realidade Ufo mudará todo seu modo de ver o mundo!




















Estamos chegando ao fim de 2007, e tudo o que foi sonhado e considerado fictício na tecnologia exibida em filmes repletos de seus efeitos (e defeitos) especiais já é realidade comprovada cientificamente, e muito do que ainda se supõe está no caminho das grandes descobertas.

Quantas pessoas já assistiram a um bom filme de ficção científica como Jornada nas Estrelas, e ficou se perguntando de onde vem à inspiração para elaborar uma história tão fascinante?

E quantos, depois de assistir a esses filmes ficaram se questionando se existem as possibilidades de algo desses filmes ser real?

Muitos assuntos que eram considerados ficção no século passado, hoje é realidade! E em um processo lento até mesmo a Ciência começa a se render a questões que antes negavam veementemente, como por exemplo, a existência de um Deus.

Muitas pessoas neste mundo vivem uma realidade diferente da maioria. Enquanto muitos correm para religiões e crenças para justificar o que sentem, percebem e enxergam, essas pessoas tem plena consciência da realidade que se passa ao seu redor.















Um fenômeno ainda não reconhecido pela Ciência, mas que possuí adeptos e simpatizantes no assunto no mundo inteiro é a Ufologia.

O nome Ufologia vem da sigla UFO, que em inglês é Unknown Flying Objects. Aqui no Brasil e em outros países de língua portuguesa, é conhecido como Ovnologia, derivado da sigla OVNI -Objeto Voador Não Identificado.
















Este ano, a Ufologia comemorou 60 anos de estudos.

Em 1947, um piloto na região do Monte Ranier avistou objetos incomuns que lembravam pires voadores, voando junto ao seu avião. Este foi o primeiro relato oficial público que deu início aos estudos ufológicos da era moderna!

Como as ocorrências de avistamentos de Óvnis passaram a ser notados depois do relato do piloto Kenneth Arnold, e embora muitos pensem que os fenômenos Ufo sejam na verdade experiências dos governos de países mais ricos, por ter sido o relato do piloto em um período pós -guerra, hoje há fortes evidências da presença desses objetos ao longo da história humana.

Apesar de não ser noticiado pela imprensa mundial e não ganhar destaque ao lado de notícias sensacionalistas de violência e política, há provas diversas e testemunhas desses fenômenos.

Pelo mundo todo há conhecimento de testemunhas de diversos fenômenos estranhos, e muitos deles tem sido relacionados erroneamente a fenômenos espirituais.

São vídeos, fotos, marcas pelo corpo, desaparecimentos inexplicáveis, aparições e avistamentos no céu e mar, que provam que não estamos sozinhos no Universo. Tudo isso justificando mensagens inscritas em achados arqueológicos.

Não é estranho acreditar que em um Universo considerado infinito, onde existem galáxias e planetas que nem foram ainda catalogadas, a única raça existente seja a humana?

Não é isso que testemunhas e estudiosos destes fenômenos acreditam.















Assim também a realidade Ufológica não é insanidade de fanáticos por fenômenos estranhos e sem explicação, nem uma seita de membros obcecados, muito menos um passatempo ou fuga da 'realidade'.

Hoje, com o avanço da tecnologia, é possível estudar a fundo as ocorrências e obter provas concretas da existência de seres de outras galáxias e dimensões.

















Os fatos mais comuns e merecedores de atenção no meio ufológico são os avistamentos e abduções.

Em simples fotos pessoais de viagens e passeios, da natureza em geral, são captadas imagens de Óvnis que não foram notados durante a realização das fotos.

Ou pessoas que buscam por ajuda em centros de distúrbios psicológicos ou mentais e até mesmo em religiões para fenômenos inexplicáveis. Muitos dos relatos há menção de seres com características comuns em todos os casos, surgimento de sinais pelo corpo, aprimoramento nas faculdades mentais e sensoriais.

Essas pessoas têm vivido uma vida de constantes manifestações que não podem explicar, limitando suas vidas sem encontrar o devido auxílio para vivenciar uma vida normal como qualquer ser humano.

A crença na realidade Ufológica atinge ainda um pequeno grupo de pessoas que interessam -se em estudar os fenômenos e muitos deles tem como provas fundamentais suas próprias experiências.



















Os Ufólogos não são loucos fanáticos tentando convencer nem converter ninguém a uma nova seita. São estudiosos que buscam respostas de fatos comprovados ocorrendo todos os dias em pontos diferentes no planeta.

É a Ufologia o estudo de manifestações de seres de outros planetas, buscando respostas do por que destas manifestações.

Um dos fatores que impede com que grande parte da população mundial se conscientize dessa realidade é o condicionamento mental em que o ser humano foi imposto.

Desde o princípio da história humana, as religiões e a política atuam nesse
condicionamento, tornando a mente humana limitada e incapaz de compreender tudo o que acontece fora dos padrões de normalidade.



















Existe um interesse entre líderes religiosos e políticos para que a humanidade não veja nenhuma realidade, e isso nada tem haver com Teorias Conspiratórias.

Em tudo na nossa rotina diária, pode -se perceber esse condicionamento e o interesse que ele seja mantido.

Isso faz com que seja cada fez mais difícil aceitar a Ufologia, porque ela coloca por terra crenças, mitos, lendas, teorias e dogmas. Assim sendo, quem domina sobre a maioria perde o controle.

Tudo o que você acredita, pode ser mudado apenas pensando na possibilidade de se acreditar que os fenômenos existem e acontecem! Quando alguém cogita a possibilidade de acreditar, automaticamente o processamento destas informações é bloqueado por tudo o que você foi condicionado a crer.

Tudo isso está sendo dito a você para sua reflexão. O mundo atravessa um momento delicado em sua existência e a humanidade cada vez mais ruma para a extinção.

Vários são os motivos para que esses seres estejam entre nós. Seja para manter a própria espécie, seja para experimentos, e existem raças também interessadas na nossa preservação.

Mas, enquanto o ser humano se fechar e rejeitar essa realidade, impedindo -se de evoluir mentalmente, assistiremos ao nosso caos e nosso fim sem nunca sabermos o porque.

Reflita nisso e escolha: continuar acreditando que você vive como quer mantendo -se condicionado a sua falsa realidade, ou dando o primeiro passo à realidade evolutiva que será o que realmente salvará a humanidade.

Se você reluta com sua consciência que o impede de crer diante de tudo que foi apresentado aqui, faço -te uma proposta. Você não tem nada a perder, não é mesmo? Já que não é verdade...

Tire uma tarde de folga, caminhe entre a Natureza, leve sua câmera e tire fotos da paisagem! Fale consigo mesmo sobre a imensidão desse céu, contemple toda a beleza à sua volta e tire fotos! Muitas fotos!

Depois me diga se encontrou algo nela, ok?

Enquanto isso, eu continuo aqui postando pra vocês fenômenos que estão acontecendo nesse exato momento.

E lembre -se sempre de que neste espaço não está sendo apresentada nenhuma nova filosofia de vida, nem religião ou seita!

Mas a extrema necessidade óbvia do ser humano evoluir!

Não acredita nisso também?

Olhe ao seu redor ...

2 comentários:

OSVANDIR disse...

Gostei muito do blog. Pertenço ao Conselho Editorial da Ufovia.
Tenho um blog do ufólogo maluco: OSVANDIR.
Acesse: www.viafanzine.jor.br/site_vf/ufovia/ (clic no banner) ou
http://osvandir.blogspot.com/

Abraços.
Manoel

cbatista disse...

Gostei muito do teu blog. Simples, directo e sério.

Parabéns pelo teu trabalho. Já o adicionei aos meus links favoritos.

Se poder ajudar em alguma coisa, avisa.

Carla Batista (Portugal)