sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Olá meus amigos! Holla! Hello, my friends!

Como vocês podem notar claramente, o blog não está muito atualizado.

Na verdade, os assuntos sobre ufologia estão saturados.

Os mesmos assuntos se repetem: fotos de avistamento, relatos de contacto/ avistamento, mensagens de canalizações que nunca acontecem, fraudes e mais fraudes, republicação de casos antigos.

As respostas sobre o que é o fenômeno Óvni ninguém na verdade tem. Teorias há aos montes.Eu pensei em publicar aqui a minha. Há muito tempo deixei de acreditar na maioria dos ufólogos, e aqueles que acreditam tem seus nomes mencionados aqui. Aos olhos da grande maioria, a Ovnologia transformou-se numa grande piada, tamanho são os absurdos que acontecem no meio.

A tendência é tornar-se cético, pois a quantidade de informações desencontradas e fantasiosas é inúmera.

Tenho mantido contato apenas com os Ovnólogos Eustáquio, Aparício, Pepe Chavez.Um outro ai se permite deixar sua imagem tão malhada que nem dou credito mais.



Se eu resolver postar minhas teorias sobre o que entendo do fenômeno Óvni, irei me expor ao risco de ser apedrejada por aqueles que defendem com afinco as teorias antigas, e que não ousam em criar novas ou formar uma opinião própria.

A questão é que a maioria daqueles que se dizem peritos e experientes no assunto, entendem o que querem e de modo que os favoreça. O que importa é que acreditem que eles estejam certos.

Os relatórios sobre abdução têm o acesso limitado a um pequeno número de pessoas que se beneficiam dessas informações, sem importarem-se com as 'vítimas' desse fenômeno. Se há algo de concreto sobre a Ovnologia, não está disponível a todos: ninguém quer entregar o ouro de mão beijada, ou seja, ninguém vai perder o método oportunista para alcançar reconhecimento público e por que não dinheiro as custas dos mais crédulos e impressionados.

Desde que criei este blog, com o único intuito de encontrar outros 'abduzidos' pelo mundo, conheci alguns que tiveram a coragem de em poucas palavras assumir os acontecimentos, sem estender-se no assunto. Apenas dois de todos eles, mantiveram contato, e mesmo assim foi complicado conquistar a confiança deles. Assim como eu já estive, estavam desconfiados das reais intenções e interesse por minha parte. Obtive êxito e ofereci a eles minhas teorias. Em um curto espaço de tempo alcançaram tranqüilidade emocional e assimilaram com facilidade o que lhes ocorria.

Eles se recusam a procurar as pessoas mais experientes no assunto, e não lhes tiro a razão: nem eu acredito neles.
O fenômeno Óvni é muito mais complexo do que se pensa, e ser misturado a holística é um sinal aparente disso.

Ainda espero que outros surjam e compartilhem suas experiências. E para esses tenho a dizer algo: Não permitam que desvirtuem suas lembranças e experiências! Porque o que vi até hoje foram os experientes Ovniólogos receberem os relatos e interpretarem do modo deles, sem se importar se correspondia com o que as 'vítimas' pensavam de fato!

Certa vez eu mencionei que vi seres brancos em minha casa. Foram várias vezes e não fui a única testemunha. O suposto ovniólogo insistiu que vi Greys, mesmo eu afirmando categoricamente que eram brancos! Parece que na Ovnologia apenas os Greys atuam, e algumas poucas vezes, os Plêiades.

Não é levado em consideração os sentimentos e sensações mais profundas dos contactados, que explicariam esse fenômeno.

Abduzidos...Ou como prefiro, contactados, são vistos como lunáticos até mesmo por esses que se dizem se empenhar por estes.

Tentei fazer aqui um trabalho singelo, imparcial, sem defender nenhum dos lados(céticos e crédulos) com p único intuito de levar a informação a apenas o único grupo que me interessa: os abduzidos!

Se me vier um sinal de que devo mais uma vez me expor, e compartilhar o que penso, farei!

Não por uma revista, não por benefícios próprios, não por reconhecimento: por me importar com aqueles que viverem experiências similares a minha!

Tenham certeza de uma coisa:Vocês não sou loucos, desequilibrados, muito menos portadores de distúrbio mental!

Nenhum comentário: